Archive for Maio, 2010

retorno .

28/05/2010

um caminho sem volta é para sempre.

apenas isso .

27/05/2010

sou um indíviduo sob minha própria bandeira, apenas um homem, com este coração apertado e a mente inquieta. é tudo o que tenho.

simplicidade .

19/05/2010

uma torta de maçã sobre a janela, nos fundos, a varanda – nos varais, os brancos lençóis que o amor estendeu. Entre os dedos dos pés, a grama verde do quintal. Vento e raio de sol na cortina, o cotidiano das coisas mais simples. Neste momento, a felicidade.

constelações .

18/05/2010
uma corda para manter atada as coisas que,
com muito custo, tento prender.
Trazer para perto a distância,
à tona as correntezas que desnivelaram,
desafogar os mortos e navios cargueiros,
abaixo de nossos pés,
que pisam a terra molhada e vacilam,
e é uma longa caminhada.
enlaçar a distância.
.
……..esta arte das coisas difíceis.

inconsequente .

15/05/2010

não se vive sem consequências.

incerto .

15/05/2010

se pensarmos melhor, somos tão loucos ao dizer “até amanhã”.

viajar .

13/05/2010

de passo em passo, cruzar o mundo e descobrir o que sabíamos apenas pela metade.

teatro .

12/05/2010

contracenar é essa diplomacia do dia-a-dia. saber quando e como falar, simular a lágrima real e fingir morrer de verdade.

informação .

11/05/2010

a vida? é logo ali, virando a esquina.

bourbon .

09/05/2010

às vezes, tudo o que a gente precisa é de uma dose de amor e um trago de whiskey.