Archive for Junho, 2010

estigma .

28/06/2010

a paixão é o chicote e o carrasco.

Anúncios

oportuno .

26/06/2010

há ainda duas estradas que se cruzam e duas vidas que se encontram.  é sempre o acaso nas curvas do caminho.

metrópole .

24/06/2010

queria poder arrastar esta terra cinzenta para o mar e recomeçar, talvez, numa ilha afastada, do tédio e da rotina das coisas da cidade.

o valor .

24/06/2010

eu não sou dono da verdade, mas por quanto poderia comprá-la?

conexão .

23/06/2010
cultivar pontes sobre abismos é a labuta
daqueles que esperam na manhã
a notícia tão aguardada,
a voz conhecida do amigo distante,
o gesto distante daquele que desconhecia,
a palavra cultivada sob o travesseiro, que cresceu
e tornou-se a mensagem nas ruas,
a palavra na boca.
.
todo esforço é feito para superar uma distância.

estrada .

15/06/2010

o caminho certo talvez seja o que sai pela porta e nunca mais retorna com notícias.

encontros .

13/06/2010

e é nesse amor desmistificado em que acredito,

não serão os dias todos cenas de Hollywood,

nem a felicidade à porta a cada manhã,

mas, em um dado momento, olhos nos olhos,

saber que, nem que por um instante,

encontraram-se.

jogada .

13/06/2010

em algum momento da vida, você vai ter uma mão-de-onze no escuro.

num dia frio .

13/06/2010

só nos resta esperança, quando, no fim do outono, pensamos em dias quentes.

reconhece-te .

08/06/2010

sou tudo aquilo que ainda em mim não encontrou salvação.